LinkedIn Portugal Murad WebMail Contato Portugal Vilela Almeida Behrens - Direito de Negócios +55 31 3506-8200
WhatsApp Image 2018-08-31 at 19.49.05

O que pensamos . Artigos . Direito da Saúde
Por: Ronaldo Behrens . 5 de setembro de 2018

Qualidade e centralidade dos pacientes

Qualidade e centralidade dos pacientes

WhatsApp Image 2018-08-31 at 19.49.05

No último dia 31 de agosto, tivemos a oportunidade de realizar, em parceria com a Juliana Teixeira, Gerente de Qualidade da Santa Casa de Belo Horizonte, um café da manhã, que reuniu profissionais ligados à área de qualidade dos principais hospitais de BH. O encontro teve como proposta discutir as barreiras e o futuro esperado para a qualidade dos hospitais e do setor da saúde. Foi um importante momento para trocar experiências e aprendizados, além da oportunidade da abertura de um canal de comunicação para a permanência deste propósito, que pretendemos manter.

Durante duas horas, conversamos sobre o atendimento nos principais hospitais da cidade, falamos sobre os sucessos e insucessos. É interessante observar que houve unanimidade dos participantes sobre a identificação da resistência dos profissionais da saúde – sejam médicos, enfermeiros, atendimento ao público, área administrativa etc – como sérias barreiras para o desenvolvimento de projetos de qualidade nos hospitais. E, vou além: pelo que tenho pessoalmente observado durante as minhas viagens pelo Brasil, este problema não é localizado em Belo Horizonte. É algo muito maior.

A cada dia, torna-se mais óbvio que trabalhar as atitudes comportamentais dos profissionais da saúde deveria uma premissa urgente, tratada como prioridade pelos hospitais para qualquer programa de qualidade. Sem esse trabalho de formação e conscientização das pessoas que atuam no setor, mesmo que os melhores programas de qualidade do mundo sejam implementados, continuaremos na estaca a zero, proporcionando um acolhimento distante que desperdiça a experiência do paciente como elemento essencial para o aperfeiçoamento do atendimento em saúde. Dessa forma, tornamos o serviço cada vez mais caro, menos resolutivo e, como consequência, mais conflituoso.

Parece que a fórmula atual se esgotou. Mesmo que a saúde tenha e venha conseguindo avanços técnicos inquestionáveis para a preservação da vida das pessoas, a qualidade no que toca a atenção e acolhimento ao paciente precisa ser percebida como uma palavra de ordem pelo setor. Reforço que não estamos diante de um paradoxo e nem mesmo de uma encruzilhada. O caminho é sabido e a maioria das pessoas que atuam na saúde querem, no final do dia, simplesmente fazer a coisa certa e ajudar aos pacientes. Falta-nos, talvez nessa ordem, clareza e coragem.

Foi muito bom poder compartilhar com as pessoas presentes não somente nossos sucessos, mas também nossas angústias, inseguranças e, principalmente, vulnerabilidades. É preciso seguir adiante! Afinal, de que adianta viver sem ser respeitado naquilo que temos de mais sagrado, que é nossa dignidade, nossas crenças e valores?

Os depoimentos dos participantes reforçam o texto acima.

• Helen Silva / Hospital Semper
Ótima iniciativa para troca de experiências.

• Carla Mendonça de Araújo/ Hospital São Francisco
Excelente iniciativa para compartilhamento de experiências.

• Ângela de Souza Floriano / Hospital Felício Rocho
Excelente iniciativa, acredito que as discussões do grupo podem agregar para as instituições hospitalares.

• Fernanda Martins / Maternidade Otaviano Neves
Oportunidade de crescimento com experiências e em situações semelhantes. Palestrantes atualizados com temas discutidos que favorecem melhorias para nossos processos.

• Jéssica da Silva Rocha / Santa Casa
Excelente oportunidade de troca de experiências, temas atuais e vivenciados a todo momento na prática cotidiana. Pessoas individuais e engajadas na segurança do paciente e qualidade assistencial.

• Lucas Nascimento/ Hospital Vera Cruz
Evento com crescimento de conhecimentos em relação aos temas discutidos.

• Cynthia Rozzetto Reis/ Hospital Vera Cruz
Muito interessante, uma troca de experiência muito rica.

• Márcia C. Oliveira/ Hospital Paulo de Tarso
Gostei muito do tema, é atual e desafiador. Quero continuar a discussão por acreditar que este tema é de extrema importância para melhorar a assistência ao paciente.

• Flavia Rezende / Hospital Socor
Excelente! Oportunidade de discussão e troca de experiencias dos hospitais sobre temas atuais e desafiadores.